Associado, acesse sua conta

conteúdo exclusivo para você.

Santa Casa de Uruguaiana suspende atendimentos eletivos e mais de 200 pacientes de São Gabriel estão sem tratamento

Santa Casa de Uruguaiana suspende atendimentos eletivos e mais de 200 pacientes de São Gabriel estão sem tratamento

Mais de 200 pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) de São Gabriel estão sem tratamento nas áreas de oncologia e cardiologia porque a referência para esse tipo de atendimento era o Hospital Santa Casa de Caridade de Uruguaiana, que comunicou a suspensão dos serviços eletivos no início desta semana. O motivo, segundo o hospital, é a dívida do governo do Estado com a instituição, que já soma mais de R$ 3,8 milhões.

Por meio de nota, a Santa Casa de Uruguaiana comunicou que a partir da última quarta-feira (5) seriam suspensos os atendimentos ambulatoriais, cirurgias, internações e procedimentos eletivos,  por tempo indeterminado, “até a retomada e normalização dos repasses e pagamentos pelos serviços prestados junto à Secretaria Estadual de Saúde”.

De acordo com o secretário de Saúde de São Gabriel, Ricardo Coirollo, o município encaminhava para Uruguaiana, por mês, cerca de 160 pacientes oncológicos e aproximadamente 40 pessoas que precisam de atendimento na área da cardiologia. Coirollo diz que já foram buscadas alternativas junto ao Estado mas, por enquanto, não ficou definido um local para que esses pacientes recebem o atendimento de que precisam.

Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES), afirma que trabalha para manter os atendimentos. Confira abaixo a íntegra da nota enviada à reportagem:

O Estado já foi comunicado e, como a Santa Casa de Caridade de Uruguaiana tem contrato com a SES/RS, estamos notificando a instituição para manter os atendimentos acordados. A partir da resposta, deverá ser chamada reunião da Comissão Intergestores Regional (CIR) para definir outras referências. Enquanto isso, a SES está providenciando o deslocamento de pacientes para atendimento em outros locais. Atendimento em cardiologia, por exemplo, será deslocado para Passo Fundo.

Fonte: Correio do Povo

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado