Associado, acesse sua conta

conteúdo exclusivo para você.

RS registra mais cinco mortes por gripe; total chega a 72 em 2018

O Rio Grande do Sul registrou mais cinco mortes por gripe, chegando a um total de 72 óbitos causados pela doença em 2018. Os novos dados foram divulgados pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde e referem-se até o último dia 25.

As cidades onde houve novos casos de pacientes que morreram foram Alvorada, Porto Alegre, Taquari e Triunfo, com dois casos. Do total de óbitos, 51 foram causados pelo vírus H1N1 (Influenza A), 11 pelo H3N2 (Influenza A), cinco por Influenza A não subtipado e cinco por Influenza B. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, 40,3% das vítimas fatais da doença tinham mais de 60 anos, e 29,2%, doença cardiovascular.

Em 2018, já são 528 casos de gripe no Estado. O número é maior do que no mesmo período do ano passado, quando 434 haviam sido registrados nesta época. O número de mortes também é maior: são 72 agora, contra 47 no mesmo período de 2017.

A campanha de vacinação contra a gripe já se encerrou na rede pública, mas, nos postos onde sobrou estoque, há vacinação. Os moradores devem entrar em contato com as unidades de saúde para saber se restaram doses da vacina. O total de doses aplicadas neste ano no Estado é de R$ 3,6 milhões, e a cobertura dos grupos prioritários chegou a 85,44%.

Agora, o foco é na prevenção

São necessárias cerca de duas semanas para que a pessoa esteja imunizada depois de tomar a vacina. Como o inverno está no fim e a tendência é de que o número de casos comece a diminuir, a Secretaria de Saúde pede que a população foque em medidas de prevenção.

A principal recomendação é de que as pessoas lavem as mãos várias vezes ao dia, com sabão ou álcool gel, principalmente depois de tocar superfícies de locais públicos. Também é aconselhado evitar passar as mãos em olhos, boca e nariz. Outras medidas envolvem cobrir nariz e boca quando for espirrar ou tossir, usando a “dobra” do braço ou lenço descartável; não partilhar objetos de uso pessoal; ventilar os ambientes; e, no caso de aparecimento de sintomas, evitar aglomerações e reduzir contatos sociais.

Cidades onde houve mortes por gripe em 2018

Alvorada, Antônio Prado, Araricá, Bagé, Balneário Pinhal, Cachoeira do Sul, Cachoeirinha, Canela, Canoas, Carazinho, Caxias do Sul, Charqueadas, Farroupilha, Flores da Cunha, Gramado, Gravataí, Guaíba, Imbé, Lajeado, Novo Hamburgo, Nova Petrópolis, Parobé, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Porto Alegre, Roca Sales, São Jerônimo, São Leopoldo, São Marcos, Sapiranga, Taquara, Taquari, Terra de Areia, Teutônia, Tramandaí, Triunfo, Tupanciretã, Vera Cruz e Viamão.

Fonte: Gaúcha ZH

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado