Associado, acesse sua conta

conteúdo exclusivo para você.

Objetivo do Novembro Azul vai além da prevenção ao câncer de próstata

Objetivo do Novembro Azul vai além da prevenção ao câncer de próstata

Mais do que falar exclusivamente sobre câncer de próstata, a campanha Novembro Azul traz a ideia de promover a saúde geral do homem. Enquanto o público feminino frequenta mais os consultórios médicos e tem uma série de campanhas voltadas à promoção da saúde, os homens acabam se descuidando nesse aspecto.

— É uma oportunidade de o homem ir ao médico fazer exames de prevenção. Eles não procuram muito os serviços de saúde, têm preconceito, acham que nada vai acontecer — destaca o médico Alexandre Fornari, presidente da seção gaúcha da Sociedade Brasileira de Urologia.

Essas consultas, segundo Fornari, servem para identificar precocemente tanto um tumor na próstata quanto outras alterações, como pressão altaobesidade etc. A orientação é que as visitas ocorram, pelo menos, uma vez por ano.

— Problemas de ereção após os 40 anos são um marcador para doenças cardiovasculares, por exemplo. Aí o paciente procura ajuda com uma queixa relacionada à disfunção erétil e é encaminhado ao cardiologista — diz o médico.

RS é o campeão do tumor na próstata 

Com a peculiaridade de só se manifestar em estágios avançados, o câncer de próstata tem como sintomas dificuldade para urinar, jato de urina fraco ou urgência para ir ao banheiro. No entanto, esses sinais também são comuns a outras doenças da glândula. Por isso, cresce a importância da visita ao médico para obter um diagnóstico preciso.

No Brasil, diz Fornari, há 60 mil casos de câncer de próstata por ano e 15 mil mortes em decorrência da doença. O Rio Grande do Sul é o Estado onde o tumor é mais frequente.

— Um dos motivos aventados é a dieta rica em gordura — explica o especialista.

As medidas preventivas ao câncer de próstata, como visitas ao médico e exames, devem ser tomadas a partir dos 45 anos para homens afrodescendentes e com histórico familiar da doença, e a partir dos 50 para os demais.

Em Porto Alegre, está prevista uma caminhada no Parcão no último domingo do mês (25), às 10h. Na próxima quarta-feira (14), às 10h, a Sociedade Brasileira de Urologia fará uma transmissão ao vivo pelo Facebook para tirar dúvidas da população.

Fonte: Gaúcha ZH

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado