Associado, acesse sua conta

conteúdo exclusivo para você.

Ministro da Saúde afirma que tabela de preços do SUS será refeita

Ministro da Saúde afirma que tabela de preços do SUS será refeita

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, garantiu que o governo federal irá modificar a tabela de preços dos procedimentos realizados para o Sistema Único de Saúde (SUS). A afirmação foi realizada durante o Seminário Desafios da Saúde, promovido pela Federação dos Hospitais do Rio Grande do Sul (Fehosul), em Porto Alegre. De acordo com o titular da pasta, o Ministério da Saúde não tem uma central de preços.

— Eu não tenho como dizer quanto custa o mesmo procedimento realizado em dois hospitais diferentes — reconhece.

— Foram criados nomes para procedimentos em paralelo ao utilizado na tabela. Tem hospital reclamando dos valores, mas não levando em conta os incentivos. Teremos que sentar para refazer essa conta — afirma.

Para uma plateia de 300 pessoas entre médicos e empresários do setor hospitalar, Mandetta defendeu mudanças na filantropia, para extinguir a mentalidade do “pires na mão”. Que, para ele, representa aquelas instituições que sempre buscam recursos federais para se manter.

— Por que não pagar melhor para quem tem um melhor desempenho? — questiona.

Ele ainda reclamou da diferença de tratamento que pacientes particulares e do SUS recebem nas instituições.

— Nós temos uma má cultura de pensar que o paciente do SUS é de segunda ou terceira linha. É dessa massa aqui, que paga seus impostos, que o governo tem dinheiro para sustentar o país — defende.

Conforme Mandetta, 86% da população brasileira depende do sistema universal de saúde.

— Se somos 86%, temos o direito de, como clientes, exigir o bom atendimento por parte dos hospitais que recebem dinheiro do governo federal — finalizou.

Fonte: Gaúcha ZH

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado