Associado, acesse sua conta

conteúdo exclusivo para você.

Ministério da Saúde volta a fornecer medicamentos em falta na farmácia do Estado

Ministério da Saúde volta a fornecer medicamentos em falta na farmácia do Estado

Após desabastecimento nas farmácias do governo, o Ministério da Saúde confirmou o retorno de 26 tipos de medicação que estavam em falta desde o mês de abril. São remédios para doenças crônicas, transplantados e, até mesmo, enfermidades raras. Em entrevista à Rádio Gaúcha nesta sexta-feira (31), o secretário-executivo da Saúde, João Gabbardo dos Reis, garantiu a retomada do fornecimento.

— Todos foram comprados pelo governo federal e estão sendo distribuídos aos Estados, que são responsáveis por entregar às farmácias vinculadas — observa Gabbardo, que está como ministro interino, já que o titular da pasta, Luiz Henrique Mandetta, representa o presidente Jair Bolsonaro em evento fora do país.

Conforme Gabbardo, alguns medicamentos ainda podem estar em falta devido à logística de entrega.

— Mas é questão momentânea. Não existe mais nenhuma justificativa para que os medicamentos não cheguem às farmácias — garante.

Atualmente, 134 remédios são de responsabilidade do Ministério da Saúde. De acordo com Gabbardo, o desabastecimento já estava presente na pasta quando o atual governo assumiu a gestão. Com o objetivo de evitar problemas futuros com a distribuição dos medicamentos, o Ministério da Saúde mudou o método de compras. A aquisição, agora, prevê o consumo dos remédios durante o período de um ano.

Fonte: Gaúcha ZH

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado