Associado, acesse sua conta

conteúdo exclusivo para você.

Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Doação de Leite Materno

Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Doação de Leite Materno

Ministério da Saúde lançou uma campanha nacional de doação de leite materno nesta sexta-feira (17). Com o slogan “Doe Leite Materno, alimente a vida”, a iniciativa tem como objetivo sensibilizar as gestantes e mulheres que amamentam a fazerem doações durante todo o ano, como forma de ampliar os estoques nos bancos de leite humano.

De acordo com dados da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, entre 2008 e 2018, cerca de 2 milhões de litros de leite materno foram coletados, doados por 1,8 milhão de mulheres, beneficiando 2 milhões de recém-nascidos. Além disso, os dados mostram que bebês internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) neonatais que receberam alimentação inteiramente composta pelo leite materno apresentaram melhor recuperação.

Ainda assim, as doações feitas por mulheres de todo Brasil não atendem às demandas de bebês que necessitam o alimento. Dos  prematuros e recém-nascidos abaixo do peso, metade não recebeu doações de leite humano. Em períodos de férias escolares e feriados prolongados, a dificuldade torna-se ainda maior, por conta da queda nas doações. Por este motivo, a campanha também pretende estimular as gestantes e lactantes a fazerem doações o ano inteiro.

Qualquer quantidade ajuda

Fundamental para o desenvolvimento, o leite materno oferece diversos benefícios, como  a proteção contra diarreia, infecções respiratórias e alergias e reduz a mortalidade em crianças menores de cinco anos, além de diminuir o risco de desenvolvimento de hipertensão, colesterol alto, diabetes e obesidade na vida adulta.

Dependendo do peso do bebê, apenas 1 ml de leite por dia é suficiente para manter o recém-nascido nutrido. Sendo assim, qualquer quantidade fornecida pode ajudar, e não há necessidade de que se disponha de um recipiente cheio para fazer a doação para um Banco de Leite.

Como doar

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil possui a maior e mais complexa rede de Bancos de Leite do Mundo, contando com 225 bancos e 212 postos de coleta distribuídos por todos os Estados do país.

 Para fazer uma doação, as mulheres interessadas devem procurar o Banco de Leite mais próximo para saber como proceder e tirar dúvidas sobre a amamentação. No Rio Grande do Sul, é possível encontrar postos de coleta e Bancos de Leite em Ijuí, Santo Ângelo, Rio Grande, Bagé, Santa Rosa e Porto Alegre. A lista completa com endereços pode ser conferida neste link.

Fonte: Gaúcha ZH

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado