Associado, acesse sua conta

conteúdo exclusivo para você.

Ministério da Saúde abre hoje segunda fase da vacinação contra gripe

Ministério da Saúde abre hoje segunda fase da vacinação contra gripe

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe entra em nova etapa hoje (22) em todo o país. A primeira fase, que teve início em 10 de abril, vacinou crianças, gestantes e puérperas. A partir da próxima segunda-feira (29), o Ministério da Saúde abrirá ao restante do público-alvo.

A partir desta segunda, também podem receber a vacina trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

De acordo com o ministério, 41,8 mil postos de vacinação estão à disposição da população. Além disso, 196,5 mil profissionais estão envolvidos, com a utilização de 21,5 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.

A influenza é uma doença sazonal, mais comum no inverno, que causa epidemias anuais, sendo que há anos com maior ou menor intensidade de circulação desse tipo de vírus e, consequentemente, maior ou menor número de casos e mortes.

No Brasil, devido a diferenças climáticas e geográficas, podem ocorrer diferentes intensidades de sazonalidade da influenza e em diferentes períodos nas unidades federadas. No caso específico do Amazonas, a circulação, de acordo com o ministério, segue o período sazonal da doença potencializado pelas chuvas e enchentes e consequente aglomeração de pessoas.

Até o fim de março, antes do lançamento da campanha, foram registrados 255 casos de influenza em todo o país, com 55 mortes. Até o momento, o subtipo predominante no país é influenza A H1N1, com 162 casos e 41 óbitos. O Amazonas foi o estado com mais casos registrados: 118 casos e 33 mortes. Por isso, a campanha foi antecipada no estado.

PANORAMA DA GRIPE NO BRASIL

Neste ano, até 23 de março, foram registrados 255 casos de influenza em todo o país, com 55 óbitos. Até o momento, o subtipo predominante no país é influenza A H1N1, com 162 casos e 41 óbitos. O estado do Amazonas é o que apresenta a maior circulação do vírus, com 118 casos e 33 mortes. Por isso, o Ministério da Saúde antecipou a campanha de vacinação para o estado, que já está vacinando a população desde o dia 20 de março.

TRATAMENTO DA GRIPE

O uso do antiviral fosfato de oseltamivir é indicado para os casos de síndrome respiratória aguda grave e casos de síndrome gripal, de acordo com o Protocolo de Tratamento de Influenza 2017, do Ministério da Saúde. O tratamento deve ser realizado, preferencialmente, nas primeiras 48h após o início dos sintomas.

Todos os estados estão abastecidos com o medicamento e devem disponibilizá-lo de forma estratégica em suas unidades de saúde. Para o atendimento do ano de 2019, o Ministério da Saúde já enviou aproximadamente 9,5 milhões de unidades do oseltamivir aos estados.

MOVIMENTO VACINA BRASIL

Ainda durante o lançamento da campanha de influenza, o ministro da Saúde irá reforçar o Movimento Vacina Brasil, lançado nesta terça-feira (09), em Brasília, durante a Marcha dos Prefeitos. Trata-se de uma iniciativa do Governo Federal para reverter o quadro de queda das coberturas vacinais no país nos últimos anos, que é uma das prioridades da gestão atual. O movimento será difundido ao longo de todo o ano, não apenas durante as campanhas de vacinação, e vai reunir uma série de ações integradas entre órgãos públicos e empresas, para conscientizar cada vez mais a população sobre a importância da vacinação como medida de saúde pública.

Distribuição das doses e público-alvo por UF

UF Público-alvo Doses enviadas Casos de influenza*
RO 420.542 457.100 5
AC 236.710 261.100 7
AM 1.116.838 1.213.400 118
RR 190.368 225.100 0
PA 2.064.113 2.240.500 8
AP 195.913 214.400 0
TO 415.379 449.100 3
Norte 4.639.863 5.045.700 141
MA 1.861.985 2.036.900 0
PI 894.873 976.100 0
CE 2.531.593 2.710.600 4
RN 975.425 1.050.800 1
PB 1.167.471 1.278.300 0
PE 2.605.620 2.806.100 9
AL 862.665 931.700 2
SE 558.454 607.500 2
BA 4.039.697 4.370.400 2
Nordeste 15.497.783 16.768.400 20
MG 5.993.286 6.500.500 9
ES 1.036.563 1.130.100 1
RJ 4.810.175 5.250.300 2
SP 13.298.782 14.558.700 50
Sudeste 25.138.806 27.439.600 62
PR 3.317.263 3.614.500 12
SC 1.964.270 2.156.800 6
RS 3.788.889 4.136.500 6
Sul 9.070.422 9.907.800 24
MS 791.397 859.500 1
MT 846.185 914.600 1
GO 1.839.079 1.976.900 1
DF 789.249 841.000 5
Centro-oeste 4.265.910 4.592.000 8
BRASIL 58.612.784 63.768.500 255

 

Por Camila Bogaz, da Agência Saúde

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado