Associado, acesse sua conta

conteúdo exclusivo para você.

Hospital suspenderá cirurgias eletivas pelo SUS em Santa Cruz do Sul

Hospital suspenderá cirurgias eletivas pelo SUS em Santa Cruz do Sul

O Hospital Santa Cruz (HSC), o maior do Vale do Rio Pardo, irá suspender a partir de segunda-feira as cirurgias eletivas pelo SUS, a maioria na área de Traumatologia, devido ao atraso no repasse de recursos pelo Estado. Os procedimentos de alta complexidade estão mantidos, bem como os cerca de 50 eletivos já marcados.

O anúncio ocorreu nesta sexta-feira por representantes do estabelecimento e da Prefeitura de Santa Cruz do Sul. “Somente neste ano suplementamos R$ 4,5 milhões do caixa da prefeitura, dinheiro esse que deveria ter sido aplicado em outras demandas se o Estado cumprisse sua parte”, destacou o secretário municipal de Saúde, Régis de Oliveira Júnior. Ele observou que, no meio do ano, a Câmara de Vereadores também destinou R$ 1,6 milhão de sobra de caixa para a saúde. “Mas nesta reta final do ano chegamos ao limite”, afirmou.

O secretário disse que a prefeitura, o HSC e o Hospital Ana Nery estão comprometidos em montar uma força-tarefa para evitar o encolhimento ou até o fechamento do Pronto Atendimento (PA) que funciona junto ao Hospital Santa Cruz. O Executivo informa ainda que entrou com ação na Justiça para exigir que o Estado transfira cerca de R$ 4,9 milhões devidos de 2014, 2015 e 2016 ao município. Ao todo, segundo a administração, a dívida é de R$ 17 milhões, incluindo recursos que deveriam ser repassados para a prefeitura, Consórcio Intermunicipal de Serviços do Vale do Rio Pardo e hospitais.

A Secretaria Estadual de Saúde informou, em nota, que a projeção é fazer o pagamento de uma competência (mês) dos incentivos estaduais aos hospitais na primeira quinzena de dezembro. Como são mais de 240 hospitais que prestam serviços ao SUS, a pasta não faz a individualização dos valores que as instituições têm a receber.

Fonte: Correio do Povo

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado