Associado, acesse sua conta

conteúdo exclusivo para você.

Hospital da Ulbra atrasa salários de funcionários e pacientes relatam problemas no atendimento

Hospital da Ulbra atrasa salários de funcionários e pacientes relatam problemas no atendimento

O Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (Gamp), responsável por gerir o Hospital Universitário da Ulbra, em Canoas, confirmou o atraso nos salários de funcionários. Nesta quinta-feira (8) só receberam os servidores com salários de até R$ 3.018. Não há previsão para pagar os vencimentos de quem ganha mais do que estes valores.

O hospital conta com cerca de três mil funcionários. Destes, 747 estão sem receber os salários.

De acordo com o Gamp, a folha mensal é de R$ 14,9 milhões. Neste mês, porém, teriam sido depositados apenas R$ 5,9 milhões pela Prefeitura de Canoas.

A prefeitura de Canoas informou que o atraso ocorre porque o governo gaúcho não tem depositado o dinheiro que é repassado mensalmente ao hospital. O município informou que o estado deve para o município cerca de R$ 40 milhões na área da saúde. A Prefeitura disse que deve utilizar recursos destinados pela União para a saúde na próxima semana para garantir a quitação de salários de funcionários do Hospital Universitário.

Servidores do Hospital da Ulbra, que não quiseram se identificar, afirmaram que a situação dentro do hospital é preocupante.

— Está um caos. Na última terça-feira não havia material para parto normal e cesariana. Há situação em que faltam roubas de bloco. No refeitório, estão servindo ovo com salsicha — disse uma profissional.

Uma mulher que está com um familiar internado no hospital disse que algumas pessoas estão levando alimentos de casa para os pacientes.

—  Está faltando comida. É inadmissível. Hoje, uma enfermeira disse que não poderia dar banho no paciente porque não tem material, como luvas — relatou.

De acordo com o Gamp, houve atraso no fornecimento de alimentos por parte da empresa contratada, mas agora a situação está normalizada. A assessoria de imprensa do grupo garantiu que não está faltando material para atendimento no hospital.

A Secretaria da Fazenda deverá divulgar em breve um documento com uma avaliação geral sobre os atrasos do governo do estado de repasses aos municípios da área da saúde. Nele também constarão as perspectivas de pagamentos.

Fonte: Gaúcha ZH

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado