Associado, acesse sua conta

conteúdo exclusivo para você.

Funcionários da Santa Casa de Uruguaiana decidem parar

Funcionários da Santa Casa de Uruguaiana decidem parar

A crise enfrentada pela Santa Casa de Uruguaiana será agravada com a decisão tomada pelos funcionários do hospital em assembleia-extraordinária neste final de semana. De acordo com o presidente do Sindisaúde de Uruguaiana e Itaqui, Renato Corrêa, os servidores, por unanimidade, decidiram paralisar as atividades a partir das 7h desta terça-feira. Hoje, acontece a formalização junto à administração da instituição e também será montada a grade de serviço que vai assegurar os 30% legais de atuação nos setores que ainda estão sendo mantidos.

Conforme Corrêa, os 659 trabalhadores têm a receber resíduos dos meses de março, agosto e setembro, além de 100% dos vencimentos de outubro, novembro e a primeira parcela do 13° salário. Nas últimas semanas, os setores de cardiologia, psiquiatria, traumatologia, ortopedia, neurologia, oncologia (parcialmente), assim como as cirurgias, exames laboratoriais e radiológicos e consultas eletivas foram suspensos. Apenas casos de urgência, emergência e obstetrícia e os serviços das UTIs Adulto e Neonatal estão assegurados atualmente.

A Santa Casa informou que no período entre esta terça-feira, às 7h, até quarta, às 7h, estarão suspensos todos os serviços prestados a convênios e particulares, de caráter eletivo. A administração disse que busca contato com os pacientes com procedimento agendado a fim de orientar em relação às novas datas e horários. Afirmou ainda que reconhece a legitimidade do movimento e se compadece com a situação que atinge todos os colaboradores, com o longo período de atrasos nos pagamentos da folha salarial, que, segundo o hospital, devem-se a atrasos dos repasses do Estado, estimados em R$ 3 milhões.

Fonte: Correio do Povo

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado