Associado, acesse sua conta

conteúdo exclusivo para você.

Desinformação e descaso são principais motivos para não vacinar os filhos no RS, aponta pesquisa

Desinformação e descaso são principais motivos para não vacinar os filhos no RS, aponta pesquisa

Na manhã desta terça-feira (12), a Secretaria Estadual da Saúde (SES) divulgou uma pesquisa sobre a situação da vacinação infantil no Rio Grande do Sul. O objetivo foi identificar as causas para a baixa cobertura vacinal no Estado e apontar estratégias para mudar esse cenário.

— Queremos mostrar quais são esses fenômenos nos quais podemos traçar estratégias com vistas a ampliar a cobertura — justificou a secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann.

De acordo com os dados, levantados pelo Amostra Instituto de Pesquisa, a desinformação e o descaso somam a maior parte dos casos de não vacinação. Foram enquadrados nesse quesitos citações como esquecimento, medo de efeitos colaterais e falta de tempo. Essas justificativas somaram 59% das respostas.

Questões da saúde da criança, como contraindicação médica e alergia ao ovo, somaram 31% das motivações. Problemas na Unidade Básica de Saúde também foram apontados como justificativa para a não imunização.

A pesquisa ouviu 1.371 pessoas entre os dias 19 e 30 de setembro deste ano.

Fonte: Gaúcha ZH

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado