Associado, acesse sua conta

conteúdo exclusivo para você.

Cruz Alta tem surto de caxumba

Cruz Alta tem surto de caxumba

A Vigilância Sanitária de Cruz Alta comunicou surto de caxumba no município. Desde o mês passado, foram registrados mais de 50 casos confirmados da doença. Diante deste cenário, as entidades de saúde locais convocam a população adulta de 19 a 49 anos para que realizem a vacina tríplice viral nas unidades básicas de saúde. A coordenadora da vigilância epidemiológica do município, Tamara Lorenzon, garante que há vacina disponível para a população e revela que apenas 1% do público adulto está vacinado. “A maioria dos casos é desta faixa etária. Este baixo índice de vacinação preocupa, já que o vírus é transmitido via respiratória, para até outras dez pessoas”.

A transmissão ocorre através da disseminação de gotículas ou por contato direto com secreções respiratórias ou saliva de pessoas infectadas. Os diagnósticos dos casos são clínicos, já que não há exame laboratorial para comprovar a doença. A orientação é a vacinação, para a população em geral, e, para pacientes com a doença, orienta-se o isolamento. No mês de março, já havia ocorrido um surto no município.

Enfermeira da vigilância epidemiológica da 9ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), com sede em Cruz Alta, Denise da Veiga diz que o surto ocorre apenas neste município. “Nas demais cidades da região, temos registros de casos isolados”. A CRS repassa orientações de protocolos para o município, que realiza a vacinação de bloqueio para pessoas que ainda não foram vacinadas ou que estão com atraso.

Fonte: Correio do Povo

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado