Associado, acesse sua conta

conteúdo exclusivo para você.

Bebê de Alegrete morre de meningite pneumocócica

Bebê de Alegrete morre de meningite pneumocócica

A Secretaria Estadual da Saúde confirmou que um bebê de Alegrete morreu de meningite na madrugada desta segunda-feira (5). O óbito ocorreu em Porto Alegre, para onde a criança havia sido transferida para receber atendimento.

Com três meses, o bebê foi vítima de meningite pneumocócica, que é causada pela bactéria pneumococo. Essa forma da doença gera menos preocupação por parte da Vigilância em Saúde do que a meningite meningocócica, provocada por outra bactéria (Neisseria meningitidis) e muito mais transmissível. Neste ano, foram registradas duas mortes por doença meningocócica em São Leopoldo, ocasião em que o governo do Estado promoveu ações de profilaxia, com tratamento com antibiótico para pessoas próximas das vítimas, o que não é preconizado nas meningites pneumocócicas.

A Secretaria Estadual da Saúde ressalta que o SUS oferece vacina pneumocócica 10-valente, que protege contra as doenças causadas pelo pneumococo, incluindo a meningite. São recomendadas duas doses (aos dois e aos quatro meses de idade), com um reforço aos 12 meses.

Fonte: Gaúcha ZH

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado