Associado, acesse sua conta

conteúdo exclusivo para você.

Banco de sangue do Estado precisa de doações; veja como ajudar

Banco de sangue do Estado precisa de doações; veja como ajudar

Hemocentro do Estado do Rio Grande do Sul (Hemorgs) está precisando de doações de sangue, principalmente dos tipos O positivo e O negativo. As doações podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, na Avenida Bento Gonçalves, 3.722, no bairro Partenon.

A instituição informou uma queda de 16% no número de doações em abril deste ano se comparado ao mesmo período do ano passado. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) não sabe precisar o motivo da redução das doações, mas aponta a condição climática e o período de vacinação da gripe como possíveis causas.

No entanto, a pasta alerta que mesmo quem já tenha feito a vacina da gripe está apto a fazer a doação de sangue 48 horas após a realização do procedimento.

Dados do Ministério da Saúde mostram que pouco mais de 1% da população brasileira doa sangue, sendo que um doador pode ajudar até quatro pacientes.

Em Porto Alegre, o Hospital de Pronto Socorro (HPS), o Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, o Hospital Independência, o Hospital Santa Ana e o Hospital da Restinga Extremo Sul são atendidos pelo hemocentro estadual.

Veja o que é preciso para doar 

– Estar em boas condições de saúde;
– Apresentar documento oficial de identidade com foto;
– Ter idade entre 16 e 69 anos, sendo que os candidatos a doadores com menos de 18 anos deverão estar acompanhados pelos pais ou por responsável legal;
– Pesar no mínimo 50kg, com desconto de vestimentas;
– O limite de idade para a primeira doação é de 60 anos;
– Não estar em jejum e evitar alimentação gordurosa;
– Ter dormido pelo menos seis horas antes da doação;
– Não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação;
– Não fumar pelo menos duas horas antes da doação.

Impedimentos temporários para doar

– Gripe ou febre;
– Gestantes ou mães que amamentam bebês com menos de 12 meses;
– Até 90 dias após aborto ou parto normal e até 180 dias após cesariana;
– Tatuagem ou acupuntura nos últimos 12 meses;
– Exposição à situação de risco para aids (múltiplos parceiros sexuais, ter parceiros usuários de drogas);
– Herpes labial.

Outros critérios que impedem a doação serão verificados no momento da entrevista de triagem para doar.

Fonte: Gaúcha ZH

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado