Associado, acesse sua conta

conteúdo exclusivo para você.

Num primeiro momento, Beneficência Portuguesa reabrirá com atendimento privado e planos

Num primeiro momento, Beneficência Portuguesa reabrirá com atendimento privado e planos

Os primeiros espaços do Hospital Beneficência Portuguesa depois de ser assumido pela Associação Beneficente São Miguel (ABSM), de Gramado, devem ser abertos no dia 1º de agosto. Caso se confirme, a inauguração atenderá a previsão feita quando a entidade oficializou a gestão, no dia 9 de julho. Apesar isso, haverá uma redução na previsão inicial e a abertura contará com 22 leitos de internação e um pronto atendimento. A característica nesse primeiro momento será de um local privado e por planos de saúde.

Inicialmente, a ideia era que fossem abertos 67 leitos. A possibilidade não se concretizou devido às chuvas das últimas semanas, explica o diretor executivo da ABSM, Ricardo Pigatto. De acordo com ele, esses espaços já estão finalizados, porém algumas infiltrações atrapalharam o processo. Ainda segundo Pigatto, os 22 leitos que já devem ser abertos estão localizados no quarto andar do Hospital Beneficência dependem apenas da vigilância sanitária, que poderá inspecionar os locais a partir da próxima segunda-feira.

A previsão, conforme o diretor, é de que os próximos espaços sejam encaminhados ao longo do mês de agosto. Entre eles, haverá leitos referentes ao Sistema Único de Saúde (SUS), mas a sua inauguração ainda depende de uma negociação com a Prefeitura, que encerrou o contrato com o Beneficência no ano passado em função das dívidas da entidade com o município.

Ainda segundo Pigatto, a administração, que está atualizando o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), deve fazer uma contraproposta e apresentar ao Executivo. No final de maio, o secretário de Saúde, Erno Harzheim, disse que o valor devido pelo Hospital ao município era de menos de 5% do seu passivo total. À época, relatório do Hospital Sírio-Libanês apontou que a instituição devia cerca de R$ 100 milhões para todos os seus credores.

Fonte: Correio do Povo

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado